14 de nov de 2004

Dieta do Tipo Sanguíneo

Como é: propõe uma alimentação distinta para os portadores de cada tipo de sangue. Alguns exemplos: frutos do mar e espinafre para indivíduos com sangue tipo O, legumes e verduras para o tipo A, carne para o tipo B, leite para o tipo AB.



Quando surgiu: o livro A Dieta do Tipo Sanguíneo, do americano Peter J. D'Adamo, fez sucesso em 1998. No Brasil, o método foi popularizado pelo médico Sérgio Teixeira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Neste ano, ele lançou A Dieta que Está no Sangue.



O que promete: o indivíduo atingiria o "peso ideal" depois de submeter-se ao regime. Não determina, contudo, a quantidade de quilos perdidos.



Exemplo de refeição: coelho grelhado (700 gramas) como molho de iogurte, chicória e salsa. Ovos nevados como sebremesa.



Avaliação: não existe uma relação comprovada pela ciência entre tipo de sangue e queima do tecido gorduroso. A proibição de ingredientes associa a dieta a sensações de fome e sofrimenot. Pode haver perda de massa muscular em vez de gordura.



Para saber mais: A Dieta que Está no Sangue, Editora Campus.



Nenhum comentário: